Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo.com.br)

No seu quinto jogo na temporada, o atacante Geuvânio arranjou forma de reaparecer para a torcida do Flamengo e para o treinador Paulo César Carpegiani. Com dois chutes de fora da área, quase do mesmo local, ele fechou a goleada rubro-negra sobre a Portuguesa por 4 a 0 - Éverton Ribeiro e Henrique Dourado (de pênalti).

Com o resultado o Flamengo ficou em segundo lugar no grupo B da Taça Rio - 12 pontos, um a menos que o Vasco. No meio da semana - quarta-feira ou quinta -, o Rubro-Negro enfrenta o Fluminense pela semifinal. O Tricolor, primeiro lugar do grupo A, tem a vantagem do empate.

Com sorriso largo ao fim da partida, Geuvânio parecia aliviado. Em entrevista na saída de campo, lembrou a cobrança que ele próprio fazia para melhorar seu desempenho, além dos conselhos da família dentro de casa.

- Estou sempre me cobrando. Dentro de casa, meus pais e irmãos falavam. "Você tem chute bom, chuta mais". Minha mãe também disse: "Filho, chuta mais que você vai fazer o gol". E hoje saiu - disse Geuvânio. As informações são do GloboEsporte.com, Rio de Janeiro.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário