Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Reprodução)

Na manhã desta sexta-feira (25), uma equipe de reportagem da TV Grande Rio, afiliada da Rede Globo, foi ameaçada por um grupo que participava do protesto dos caminhoneiros, na BR-407, próximo ao distrito de irrigação Senador Nilo Coelho, na Zona Rural de Petrolina, Sertão de Pernambuco. A equipe estava a caminho da cobertura da Expoleite, no município de Afrânio, e parou para fazer imagens do protesto.

No carro estavam um repórter, um cinegrafista e um motorista da emissora. Eles foram ameaçados, pelos manifestantes, que jogaram mangas no carro, bateram com um capacete no veículo e ameaçaram incendiá-lo, se as imagens não fossem apagadas de imediato da câmera do cinegrafista e do celular do repórter.

“Eles disseram que não queriam que a gente gravasse de jeito nenhum. Ameaçaram, pediram que a gente apagasse as imagens que já tinham sido feitas. Disseram que se a gente voltasse por lá, eles iam parar nosso carro e iam incendiar os nossos equipamentos e nosso veiculo”, relatou o repórter Paulo Ricardo Sobral.

A equipe foi escoltada pelos manifestantes durante um trecho até se afastarem do local. Ninguém se feriu. Um dos representantes do movimento dos caminhoneiros na BR-407, Orlando Santos de Andrade, lamentou o ocorrido e informou que o fato não tem ligação com o grupo que realiza os protestos no local. As informações são do G1 Petrolina.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário