Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Quatro dos 12 presos foram apresentados na coletiva — Foto: Phael Fernandes/G1 Bahia

Quatro das 12 pessoas que tiveram mandados de prisão cumpridos nesta quarta-feira (21), em Salvador e Lauro de Freitas, na região metropolitana, durante operação da Polícia Federal para combater quadrilhas especializadas em assaltos a carros-fortes na Bahia, foram apresentados à imprensa, em coletiva realizada pela tarde, na sede da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco), no bairro da Pituba, capital baiana.

Os suspeitos foram identificadas como Altalice, 48 anos; Wenderson, 34 anos; Emanuel, 43 anos; e Carlos, 64 anos. De acordo com a polícia, eles davam suporte às quadrilhas durante as ações criminosas, entretanto não detalhou como era a atuação deles. Os suspeitos presos fazem parte de três quadrilhas envolvidas com assaltos a carros-fortes.

Na coletiva, a polícia ainda destacou que a Operação Yasaí começou em julho deste ano, quando Polícia Federal, Polícia Civil e Polícia Militar começaram a investigar crimes do tipo "calçada", que é quando o dinheiro é subtraído das mãos dos vigilantes no momento em que eles estão recolhendo os valores junto aos clientes, ou fazendo a entrega dos valores.

Durante o período da operação, segundo a polícia, dois homens morreram em confronto com a polícia. O primeiro caso foi em outubro, quando Delcimar, que se passava por cadeirante para informar a movimentação das lotéricas, foi morto em tiroteio com policiais. O segundo caso ocorreu na manhã desta quarta, quando um suspeito de prenome Fabiano também morreu em confronto com PMs, no bairro de Cajazeiras, na capital baiana.

Ao todo, nesta quarta-feira, a operação visava cumprir 15 mandados de prisão e 12 de busca e apreensão. Dos 12 mandados de prisão cumpridos, dois foram realizados no Presídio Salvador. As informações são do G1 BA.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário